Página Inicial » Convidados

Convidado


ENG. AGR. ALYSSON PAOLINELLI

ENG. AGR. ALYSSON PAOLINELLI

LAGOA SANTA / MG

Alysson Paolinelli

 

Mineiro de Bambuí, nascido em 1936, Alysson Paolinelli tornou-se agrônomo em 1959 pela Escola Superior de Agronomia de Lavras (Esal), que depois tornou-se universidade federal-UFLA. Em 1971, assumiu a Secretaria de Agricultura de Minas, a convite do governador Rondon Pacheco, e criou o SOAPA que gerou incentivos e inovações tecnológicas que tornaram Minas o maior produtor de café do Brasil. Desenvolveu um sistema de plantio de Florestas Plantadas em Minas Gerais, que atingiu o recorde de plantio no Brasil, de 350.000 hectares por ano. Iniciou o Uso dos Cerrados Mineiros na produção de grãos, fibras, florestas e pastos. Criou em Minas o primeiro Projeto Integrado de Assentamento Dirigido do Alto Paranaíba (PADAP), que se constituiu no maior exemplo de verdadeira reforma agraria onde os colonos assentados tem a maior renda agrícola do país. Criou as condições de plantio de cafés com alta tecnologia, que atingiu em 5 anos, mais de 950 milhões novas de covas de café e que tornou Minas Gerais, no maior e melhor produtor de café do Brasil. Em 1974, aceitou convite do presidente Ernesto Geisel para tornar-se ministro da Agricultura, e tratou de modernizar a Embrapa e promover a ocupação econômica do cerrado brasileiro. Paolinelli implantou um ousado programa de bolsas de estudos para estudantes brasileiros nos maiores centros de pesquisa em agricultura do mundo. Cuidou também da reestruturação do crédito agrícola e do reequacionamento da ocupação do bioma amazônico. Após deixar o Ministério, ainda exerceu cargos de destaque na vida pública brasileira; - Presidente do Banco do Estado de Minas Gerais - Deputado constituinte - Presidente da CNA (Confederação Nacional da Agricultura) - Voltou a ser Secretário de Agricultura no governo Hélio Garcia e permaneceu no cargo até 1978, no Governo de Eduardo Azeredo. Em 2006 foi também agraciado com o World Food Prize, prêmio que equivale ao Nobel da Alimentação. Hoje exerce o cargo de Presidente Executivo da ABRAMILHO (Associação Brasileira dos Produtores de Milho). Em 2014, junto com amigos criou o Fórum do Futuro e é seu Presidente até hoje.

Imprimir

Atividades

Voltar